sexta-feira, 16 de maio de 2014

...e barbas!

Hello people!

Bem, hoje o post, seguindo o que a Athene escreveu na terça, falará da outra parte que compõe nosso nome; Barbas!



Pra quem me conhece sabe que sou barbudo assumido já faz algum tempo e quem me segue em alguma rede social já deve ter visto ou visitado a fanpage que criei no facebook para falar sobre este assunto, a Baita BARBAridade. Se ainda não conhece, clica no nome para visitá-la ;)

Falar de barba é meio difícil para quem vive ela todo dia, mas hoje vou tentar (disse TENTAR) resumir o porquê dela, e falar um pouco dela em um post, que espero, não seja muito longo.



Eu uso barba desde a adolescência, porém não farta e cheia como hoje, sempre usei ela em menor quantidade e de diferentes maneiras, mas sempre esteve presente, sendo raros os períodos de “cara limpa”
Meu pai sempre usou barba, quando novo cheia (muito mais do que eu atualmente), logo venho o bigode estilo “Magnum” e o cavanhaque estilo cubano os anos seguintes, lembro vagamente os períodos que ele esteve sem nada, aliás, o velho fica muito estranho de cara limpa, até hoje! Hehehe, por isso a barba sempre “vestiu” bem ele e até hoje muitos acham que ele é muito mais novo do que é, mesmo com barba, o que desmente o mito de que barba envelhece todo mundo. 





Há exceções, mas são apenas exceções, se o cara tem uma idade media tipo eu (que não é velhão, mas também não é mais novo) lógico, tirar a barba tira anos junto, mas eu me prefiro assim, Athene me prefere assim, e todos já se acostumaram a mim deste jeito, sendo assim, não sinto necessidade nenhuma em tirá-la.

De uns anos pra cá eu comecei a pesquisar mais sobre o assunto (mesmo antes da febre mundial por barbas) e a tentar a barba cheia pela primeira vez, me sentindo motivado ao ver caras conhecidos na internet e até no mundo se tornando ícones barbudos, como o conhecido Ricki Hall, que pude ter a chance de conhecer e que além de ser um cara muito bacana conserva uma barba que é inspiração para muitos, assim como foi para mim logo no início.



Com o passar do tempo barbudo a gente começa a sentir uma mudança em nós mesmos e a se preocupar mais com ela seja comprando produtos específicos para seu cuidado, ou como alguns, mudando também um pouco do estilo tornando-a ainda mais forte e marcante.
Eu particularmente, já faz alguns anos que venho curtindo um estilo mais “lenhador” preferindo roupas que seguem mais este estilo, assim como os clássicos “jeans-camiseta-jaqueta de couro-botas”, mas com isto não digo que todo mundo a combine assim, cada um, cada um, mas comigo funciona melhor desta maneira.
Dei sorte de ter ao meu lado uma mulher que e do contra e que prefere e ainda incentiva o uso de “não-tesouras” deixando assim tanto meu cabelo quanto minha barba crescer. Ponto ao meu favor! \o/ Sempre odiei fazer a barba. Hehehehe :D




Eu até incentivo amigos a adotarem o visual, além de prático, a gente só se preocupa com aparar algum que outra vez, mantendo o corte dela em dia e com algum óleo ou cera para modelá-la, mas isso é MILHÕES de vezes melhor do que ficar de rosto todo mutilado porque teve que fazer a barba cedo (quem tem pele sensível que nem eu, sabe ao que me refiro) ¬¬’

Barba é algo que marca personalidade e ao meu ver, é algo que te torna mais “visível” e que, querendo ou não, dá um ar mais rústico e rude no cara e isso ajuda muito!! Já senti que intimidei muitas vezes outros por usar a barba como a uso, já senti me respeitarem de maneira diferente, de até manterem certo “respeito bacana”... Além de inúmeras situações engraçadíssimas.
Futuramente eu quero postar aqui sobre cuidados que eu tenho com ela, e até avaliar produtos que eu uso, acho que isso ajuda quem esta querendo investir nos pelos faciais, assim como no passado me ajudou quando comecei esta “jornada cabeluda” Tem um pessoal aqui no Brasil, que são os primeiros, até onde sei, que estão criando uma linha completa de produtos destinados a nos, barbudos, que eu estou looooouco para experimentar! Se não conhece o “SOBREBARBA” sugiro conhecer, esses caras vão ajudar muito os barbudos brasileiros de plantão. Importar óleos, cremes e até ceras da Europa, ou os States é difícil e caro... E ter brasileiros trabalhando nisso é ótimo! Espero poder usar seus produtos logo, e com certeza darei meu review por aqui proceis ;)




Bem...como sempre, algumas foteenhas para ilustrar o post, tentei fazer algumas novas, porque já mostrei em outras redes meus ensaios barbudos antigos e repetir a dose perde a graça :P
Espero tenham curtido! Barbudos, manifestem-se! Se alguém tiver alguma dúvida ou quiser perguntar algo sinta-se a vontade, pois responderei tudo que puder (prometo mesmo) e se gostou espalha por ae! Tem muito cara querendo aderir a nosso estilo barbudo de ser e por falta de estímulo ou incentivo acaba desistindo...a você que pensa isso; Cara, não desista! Acredite, tem muita guria, ou guri (gosto é gosto hehe) que curte muito um cara com uma boa barba então eu que tu investia só pra ver qual é! ;) #Fikadika




E para fechar o post, não posso deixar de escrever, HOJE É O ANIVERSÁRIO DA MINHA UNICÓRNIA PREFERIDA, da “Lua da minha vida”!!!!
Amor, que teu dia seja o melhor, que a tua vida esteja repleta de coisas boas para que possamos comemorá-las juntos e que os obstáculos que vierem acontecer saibam que estarei na tua frente sempre te protegendo deles! Agradeço a cada dia por ter te achado e pelo universo ter dado um jeito de nos encontrar e juntar tornando-nos novamente um único ser.
Te amo a cada ano, cada mês, cada semana, dia, hora, minuto e segundo ainda mais do que antes e tenho orgulho de quem você é. Não vejo a hora de podermos trazer nosso Kal ou nossa Khaleesi para junto de nós, porque sei, que em alguma sala cósmica, de alguma outra dimensão ou coisa parecida, ele/a esta lá, sentadinho, esperando para irmos buscar ele e trazê-lo para nosso lado! <3
Te amo!




E a vocês, abraços barbudos a todos e nos encontramos por aqui na próxima semana!


0 Comments:

Postar um comentário

Seja gentil!
Nada de ódio!!
Faça amor não faça a barba!!