quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Epic Celtic Festival 2015

Fala guerreiros e guerreiras!!!!!

Como tem passado todo mundo?! Bom, nós estamos em meio a essa overdose de postagens, com a questão do tópico do "Blogs que Interagem" que precisava sair ontem acabou juntando mais de duas postagens na semana, o que acaba sendo mais oportunidades para nos ler ;)
Mas hoje é dia para ser épico! Rá!! Sabem ao que me refiro né? No sábado 10 que acaba de passar aconteceu o Epic Celtic Festival 2015 no Parque de Eventos de Charqueadas, aqui no Rio Grande do Sul, organizado pelo time de guerreiros do EpicFestivals!



O evento tinha sido anunciado meses atrás e foi uma verdadeira maratona para entrar no tema, no fim deu certo e até o clã surgiu, já explico isso.
A EpicFestivals costuma fazer um festival de imersão, ou seja, eles planejam atividades durante o dia, junto com atrações e encenações para que haja a maior imersão na época proposta.
Este ano como o tema foi Celta tudo aconteceu em torno a uma coroação. Segue abaixo uma pequena resenha escrita pela própria organização e abaixo o link onde está hospedado “O Livro das Eras” com a história de background do evento e seus personagens.

“Não perca essa experiência que irá carregá­-lo para o período da história em que os povos celtas tentavam manter viva sua cultura milenar em meio à crescente dominação da Britânia pela horda de germânicos.”


Voltando a nossa odisseia, as vésperas do evento foram loucura total, Athene costurou MUITO e conseguiu no fim tirar do papel nossas roupas! *0* Que não poderiam ter ficado melhor!! <3
A corrida foi ainda maior na véspera mesmo quando corremos quanto aos nossos “comes”, já que como foi planejado por nosso grupo, faríamos um Piquenique lá levando cada um alguma coisa para comer (Menos Fernando e Luiza, que além dos “comes” levaram “bebes” !!! Hidromel caseiro que estava há anos amadurecendo, imagina minha felicidade!!!! Valeu gurizada!)
Este ano a organização do Epic retirou a open table seguindo o resultado de uma enquete aplicada ano passado no último evento, e mantendo assim apenas a open table de frutas e o open bar, fora isso estariam disponibilizando bancas que venderiam diversos tipos de alimentos, e após alguns comentários e debates enérgicos eles ainda liberaram a chance do “Epic-nic” ideia fantástica, onde quem quisesse levar alimento (desde que não fugisse da temática do evento e época) estaria permitido.

Parte do nosso Epic-Nic

Como no ano passado foi aberta a inscrição de clãs que participariam de várias modalidades em torneio, além da melhor caracterização, história, etc, e seria premiado. Rapidamente os “épicos” do nosso grupo “Épico Gaúcho” nos reunimos em clã e assim surgiu o Cairde Cónaidhm Irmandade Confederada.
Nosso clã teve seu background (estória) criados após muita discussão ( no bom sentido) e no fim cada integrante ganhou sua mini estorinha.
Até colocaria uma foto do clã todo aqui, mas eu estava presente na foto, então não consegui fotografar uma com todos nós, mas assim que liberar eu posto junto com nossa estória de plano de fundo, ok?

O sábado chegou e a correria estava instalada em casa, o dia estava péssimo e não parava de chover e ventar (novidade! ¬¬ #SQN) e tínhamos que sair da nossa cidade, ir até o centro de Porto Alegre (que não é muito longe não) e lá nos encontrarmos com a caravana que partiria com 3 ônibus para o parque de eventos de Charqueadas.
A viagem foi bem divertida, mas cansativa, não pela viagem, mas porque estávamos em função de terminar de nos arrumar e isso, num banco, com sua esposa ao lado se maquiando e sem poder fazer movimentos bruscos por causa disso... É meio difícil. Imagina se tivesse feito a Athene errar na maquiagem? Viking morto! :P Mas no fim todo deu certo e conseguimos chegar a salvo, nós, o rango, as mochilas e os guarda chuvas! U.u’





O dia se manteve instável, por momentos ventava muito, por momentos chovia muito, o frio imperou! Dou graças de teimar em querer fazer a capa de inverno e da Athene ter conseguido fazer ela! Teria congelado caso contrário!

Quanto aos nosso visuais, os conceitos eram simples; Athene seria uma descendente do povo Sídhe 
( ** Sídhe, sìth ou sidh é uma palavra irlandesa e escocesa que se referia inicialmente a colinas ou montes de terra, os quais se imaginava como o lar de um povo sobrenatural vinculado às fadas e elfos de outras tradições, e posteriormente, a estes próprios habitantes. Dos Sídhe acreditava-se serem os ancestrais, os espíritos da natureza ou as próprias divindades.”) e eu era o guerreiro que vinha dos mares do norte, e que tinha desposado a Sidhe, ambos regendo as terras dela e se juntando na confederação. Ou seja, eu era um viking com elementos celtas, mas sem deixar de ser viking, tipo “Uso kilt pra não perder o amigo, mas nem pensa em me tirar minhas roupas nórdicas se não quiser perder o braço...” XD

Já Athene quis ser meio boneca Celta, meio Fada... Tudo misturado, o resultado, está abaixo:






Khaleesi! *0*




















O evento estava bem organizado, o espaço comportou todo mundo e a decoração estava realmente remontando a outra época. Um belo de um espaço, se não fosse pelo clima (que não há controle sobre ele) teria sido perfeito! :D Maaas! A chuva ajudou ao povo a ficar perto das bancas e gastar! Eu mesmo comprei todos os modelos de mjolnirs possiveis! *º* Já Athene encontrou até chifre de unicórnio e ovo de dragão! Saímos lokos de faceiros! 

Viking blings! <3

O dia transcorreu, cheio de torneios e atividades, tanto individuais quanto entre clãs, que incluíam revezamento de gnomo, combate tático, travessa tronco, cabo de força, arquearia. Teve concurso de bardos, teve dançarina de fogo em volta da fogueira, apresentação da banda Irish Fellas... Teve muita coisa legal! E a chuva e o vento não pararam ninguém!!

tudo farinha do mesmo saco, quer dizer, do mesmo clã! XD


Guilherme antes de cair






caiu...

...mas levantou, como um guerreiro!

E chegou na meta! \o/

Comemoração

...ooookaaay Tiago! O.o






Preparamos...

Posicionamos...

Puxamos, e perdemos U.U

Forçaaa!...

FOOOOOORÇAAAAA!!!!!!!!!

Tá pronto, já deu! XD

 Teve até momento mágico da borboleta pousando sobre a fada e a fada unicórnio tendo um chilique de emoção querendo adotar a borboleta! XD






As caracterizações estavam muito boas, este ano notei que grande parte do pessoal se engajou mais nas roupas, claro, houve as exceções do povo que acha que vestir apenas uma capa é ter roupa celta, maaaas isso é algo que sempre acontecerá em eventos assim :P



Nova parceria!! \o/ Mas aguarde mais informações
da Athene em próximos posts! ;)


O pessoal muito simpático da Dwarf Bier, cerveja artesanal pra lá de boa!


Nossos amigos épicos da serra gaúcha; Nando e Luiza

As elfas e a fada; Ju, Athene e Luiza



Merida é você? Wait! Tem algo de diferente.... XD
Esses druídas foram muito engraçados!





Com o Marcio Peres da organização EpicFestivals! Gente finissima! 

E agora "nozes" com o Tiagão (vulgo: comendador)

Irmãos de armas... Encontro épico entre Rollo e Ragnar Lothbrok!
Mentira, tava todo calculado e a gente já sabia o que ia vestir! XD

Agora sim, as meninas com a Jaqueline (nossa outra amiga da serra, e faltou o Marcos)
E a Laís! Aliás, a Lais não apareceu em foto alguma :(
Bom, pelo menos aparece no vídeo ;)

Quanto ao Epic-Nic, assunto polêmico: Quando chegamos, nosso grupo se reuniu e em uma das mesas do extremo oposto onde estaria localizado o open table de fruta (para não confundir o pessoal) e colocamos todos nossos comes (e bebes) em cima dela e ficamos instalados na volta.
A questão que começou como algo relevável, mas que terminou como algo desagradável foi do povo achar que a nossa comida pertencia ao evento.
Detalhe: Todos nós lemos durante mais de mês que não haveria open table, motivo de longas discussões na page do evento, mas muitas pessoas não lembraram disso naquela hora ¬¬’ 

Quero até aproveitar o espaço para deixar claro aqui que a gente não se importava de convidar quem estivesse com fome e pedisse educadamente para experimentar, ou comer, bastava apenas um “com licença” e “obrigado” nada além disso, não iriamos negar comida para alguém, e ressalvo aqui aqueles que foram bem educados e que a gente convidou com um sorriso no rosto.
Agora, ficar filando rango dos outros, sem pedir permissão por isso, sem agradecer e ainda sair reclamando que a comida estava ruim!... Gente... Isso para mim é atitude de gente ignorante!! Não era festa de crianças, era um monte de gente adulta e marmanjo que sabia muito bem onde estava e o que fazia! E não é desculpa achar que é do evento porque, novamente, todos estavam cientes da extinção da Open Table! Maaas.... Não adianta “dar pérolas aos porcos” U.U’

Parece que o povo estava mais a fim de se atracar num pedaço de carne de meio metro do que confraternizar que era o objetivo, espero estar equivocado nesta visão, mas tive essa impressão, me desculpem. Só afirmo, este ano o Epic demonstrou que pode ser ÉPICO BAGARAY sem ter open table, beijo no elmo de vocês!

SKOL!

La foguerita!

Épico!

A dançarina de fogo *0*

Após muita chuva....

Trago!

E mais trago! XD

Desculpem se pareço chato, ou se alguém não gostou do que escrevi, mas eu sempre disse que aqui sou honesto no que penso e que este é meu lugar para isso, portanto esta é minha opinião e assim como eu respeito a dos outros, peço respeito pela minha.
Quanto ao local, para mim estava ótimo, comportando a quantidade de pessoas para este evento. Particularmente admito que o primeiro festival ( o Viking Festival I) morará no meu <3
Não que não tenha gostado deste, pelo contrário, curti demais!!! Mas me identifiquei mais com o primeiro, pelo lugar, o clima, a quantidade pequena de pessoas, as recordações... Não sei, é um sentimento cálido e saudoso que tenho sobre a primeira edição.
Nesta houve muitos pontos positivos, eu que não fui no ano passado, achei uma baita evolução na organização do evento, tudo estava bem planejado, bem executado, a atenção deles, vindo a todo momento perguntando se tudo estava Ok, se podiam ajudar em algo, melhorar algo, isso faz muita diferença!

Eu vi um grupo de pessoas tentando fazer bonito e deixando seu suor no que faziam. Claro que sempre, SEMPRE, vai haver os que reclamam, porque é do ser humano reclamar, lamentável, mas é assim. Eu apenas acho que muitas reclamações estavam e estão sendo feitas sem análise prévia nelas.
Vi muitos falando do local, só que o Parque de Eventos pertence à prefeitura, o que pertence ao EpicFestivals é o evento! Daí, no meu entendimento, eles podem responder pelo que toca a eles, e tentar manter ou dar uma “ajeitada” no que é da prefeitura, ou seja, Evento =/= Local. 

Coisas distintas, comandadas por diferentes pessoas. Apenas para finalizar isto, não adianta morrer reclamando e não fazer nada,se quer algo limpo, mantenha-o limpo. E digo isso porque chegamos assim que o evento abriu, e eu fiz um “reconhecimento” na área, e tudo estava ok, já no fim do dia....
Resumindo, muitas reclamações que acabei lendo nestes últimos dias deveriam ser feitas a quem não soube seguir as regras e não a organização, concordo, tem coisas que ainda podem melhorar, mas como sempre digo, se não gostou tente fazer melhor, e lembre-se poderia não ter o que reclamar se esse “que” não existisse. Fica a dica. ;)

Finalizando, para nós, o evento foi ÉPICO! Vimos muita gente fazendo força para que isso acontecesse bem e aconteceu! Houve momentos únicos que ficarão na memória de todos! Vimos bons amigos dos quais matamos saudades! E como foi bom!

Vimos figuras únicas e super originais, guerreiros implacáveis, druidas e donzelas! Vimos coisas que nos levaram a outras eras e VIVEMOS coisas que fizeram que nos esquecêssemos de 2015 por alguns instantes, momentos que realmente merecem um OBRIGADO para a organização.

Foi muito bom! Até ano que vem!


Obviamente recomendo o evento, e desejo com forças que dê certo e se torne um evento digno de representar o nosso estado gaúcho! 

Gente que se engaja com algo, se empenha e coloca foco nas suas metas se dão bem sempre, os deuses conseguem reconhecer verdadeiros guerreiros quando os vem lutando e enfrentando dia após dia o mundo para atingir seus objetivos, honestos e verdadeiros. 
Com certeza pessoas assim merecem ser recompensadas. Tenho certeza que tem muitos rostos ali que estão dando duro para atingir o sucesso e é a eles que eu levanto meu horn agora e grito SKØL!! A vocês e um grande HAIL ao evento!

Que venham muitos pela frente e que muitas pessoas possam conhece-lo.
A você obrigado por ler, deixo aqui minha dica para conhecer os próximos eventos, que você poderá fazê-lo através da fanpage da organização aqui

E abaixo nosso novo vídeo diretamente do Epic Celtic Festival! Esperamos todos gostem!!!!



Abraço viking em todos e até o próximo post!



2 Comments:

O mundo de Tereza said...

Estava MUUUUITO ansiosa por este post! Não me desapontaram, foi tão bem descrito e tão cheio de fotos que quase me senti lá usausahsa Estavam mui guapos hein!!
Beijão pro casal <3

Ichigo said...

Nossa, que AMAZING D: Gostaria de coisas assim por aqui! O pessoal estava muito bem vestido e as atividades pareciam ser bem divertidas!

No meu blog no mês passado fiz um post sobre Fairy Festivals/Renaissance Festivals, talvez interesse a vocês - infelizmente só ocorreram no exterior, mas quem sabe alguém no BR se anima a fazer também?

Beijos de glitter!
Sussurro do Ar

Postar um comentário

Seja gentil!
Nada de ódio!!
Faça amor não faça a barba!!