domingo, 12 de fevereiro de 2017

U&B: Uma aventura interativa - Capítulo 2

Fala guerreiros e guerreiras! Zenti linda!!!

MUITO OBRIGADO da nossa parte a todos os que decidiram embarcar conosco nesta aventura!!! Estamos muito felizes pela recepção do novo projeto!
Recebemos muitos feedbacks e por isso passamos por alguns ajustes para melhorar a experiencia interativa e de leitura de todos.

Por isso neste novo capítulo aprimoramos a extensão dele, trazendo capítulos mais curtos para todos poderem ter uma leitura mais dinâmica, e nossas próximas postagens terão seu dia ajustado também! ;) Avisaremos pela fanpage :)

E agora sem mais delongas... A opção mais votada durante a semana que passou foi:



Portanto, convidamos todos agora para voltarmos ao salão e de fato descobrir o que houve!!
Boa leitura!!!

Capítulo 2

Sem hesitar voltei correndo para o grande salão para ver o acontecido, algo não estava certo e os irmãos poderiam estar em perigo!
Entrei no salão e tudo parecia normal, a única coisa diferente era que todos, absolutamente todos, estavam de cabeça baixa, ninguém sequer olhava para o lado, todos encaravam o chão e o silêncio era absoluto dando espaço aos resquícios do estrondo que ainda ecoavam no lugar.

Eu não entendia! Eu tinha ouvido o som de uma explosão!
Então olhei para a entrada e lá estava, um ser imponente, que parecia ser o dono de tudo! Ele era muito alto, ninguém, absolutamente NINGUÉM, tinha aquela altura, deveria ter uns três metros!
Sua presença era forte, eu até diria onipotente!
Em pé, estático, olhando tudo através de uma espécie de capacete ou elmo de um metal parecido com cobre, porém diferente, que cobria toda sua cabeça deixando apenas parte do cabelo e da barba ruiva amostra.
O elmo era todo detalhado com um rosto esculpido e um tramado que lembrava uma grande barba, porém cada junção de cada forma era aberta e havia uma luminosidade muito forte correndo por baixo daquilo, um tom meio azul, meio branco que se concentrava na abertura dos olhos fortemente desprendendo dois feixes de luz que se adentravam no salão. Parecia que a sua cabeça era feita de eletricidade e esse capacete deixava aparecer uma parte dessa energia pelas fendas.
Era algo que poderia perfeitamente ter saído de um filme de ficção científica!

De repente um leve som que pareceu um pequeno relâmpago ecoou enquanto ele deu o primeiro passo e novamente se repetiu enquanto ele atravessava o salão vindo em direção da mesa a minha frente.
À medida que ele entrava as pessoas saiam, sem emitir qualquer som, um atrás do outro.



Logo percebi que atrás dele havia uma mulher escondida pelo tamanho daquele ser. Coberta por um denso véu até o chão, e tão alta quanto, mas não consegui distinguir mais nada porque Thjálfi e Röskva surgiram do nada na minha frente me carregando rapidamente corredor adentro.

Perguntei o que estava acontecendo, mas o irmão só me ordenou para me manter calado e caminhar o mais rápido possível enquanto segurava do meu braço e me carregava a toda velocidade.





Não se esqueça de votar e conferir no fim da semana na nossa fanpage qual resultado foi escolhido!
Obrigado por se aventurar conosco até aqui! Te aguardamos semana que vem!
E qualquer dúvida, sugestão ou apenas um"oizinho" pode escrever aqui nos comentários que responderemos e fica ligado na fanpage para ir vendo os "extras" desta aventura!

Uma saudação barbuda e guerreira acompanhada de uma unicórniana também!
Boa semana para todos!



0 Comments:

Postar um comentário

Seja gentil!
Nada de ódio!!
Faça amor não faça a barba!!